Não é hora de se culpar