Qual a origem do seu comportamento financeiro?

Finanças é um tema dificilmente ensinado pelos pais ou debatido na escola ou até mesmo nas universidades. Os ensinamentos financeiros são passados de “pai para filho” de acordo com a situação financeira de cada família e econômica do país onde vivemos. Mas, infelizmente, junto com esses ensinamentos, vêm as CRENÇAS e os VALORES de cada um em relação ao dinheiro.

Frases como “o dinheiro não traz felicidade”, “o dinheiro é sujo” ou “não podemos comprar isto, pois é muito caro” e até mesmo a “pobreza honrada”, que cria o mito de que “quem ganha muito dinheiro é desonesto” e enaltece a frase “somos pobres, mas somos honestos”, perpetuam-se durante anos na vida de uma pessoa como verdades que comprovam uma suposta realidade, nada verdadeira. Ao contrário, ainda que de forma não intencional, esses conceitos acabam criando padrões falsos e inconsistentes sobre o dinheiro e impactando diretamente a vida, tanto pessoal quanto profissional.

Com isso, estresse, ansiedade, medo ou desejo inconsciente de se livrar do dinheiro pode se tornar uma constante na vida de qualquer pessoa ao lidar com o dinheiro. E o resultado, por mais que você trabalhe para gerar dinheiro, pode não ser como gostaria.

Então, questione-se:

O que eu realmente acredito a respeito do dinheiro?

Reavalie o seu sistema de CRENÇAS A RESPEITO DO DINHEIRO e aproveite para abandonar aquelas crenças e “verdades” que não servem mais e escolher as novas crenças que quer trazer para a sua vida.

Seja livre para escolher. Esse exercício irá permitir construir a ponte entre o passado e o presente para que possa aprender a comandar a sua vida financeira no futuro, com muito mais consciência e clareza do seu poder de realizar o que deseja.

André Luiz e Fabiana Machado

By |2018-12-22T22:41:12+00:00março, 2018|Comportamento financeiro|