Por que você compra coisas que não usa?

Fabiana M. Machado traz comportamentos pra você evitar e não gastar o seu dinheiro

Quando se fala do universo feminino, é comum dizer que mulher tem muitas roupas, sapatos, acessórios, etc. etc. etc. e, com isso, gasta muito dinheiro. Mas, é fato também que algumas peças não são usadas e podem estar ainda com etiqueta! Isso acontece com você? Então, abra o seu armário e reflita.

O que faz você gastar dinheiro com peças que não irá usar?

Vou iniciar essa reflexão, citando a psicóloga americana especialista em consumo Kit Yarrow, que, com as suas pesquisas, levantou quatro comportamentos muito comuns na hora de comprar o que não irá usar:

1. Gostei muito, MAS…

Sabe quando dá vontade de comprar, você olha na vitrine, acha lindo, mas encontra algum defeito e ainda assim leva? 

No nosso bom e velho português, você não está levando em consideração a “palavrinha” MAS que tem no meio da sua compra: 

  • A blusa é linda, MAS a estampa não combina com nada no meu guarda-roupa. 
  • Aquele sapato lindo de marca está com desconto imperdível de 50%, MAS o salto faz barulho e é desconfortável. Certamente não será usado…

2. Gostaria que…

Outra razão muito comum é comprar por desejo ou fantasia de ser ou viver uma situação e não por realidade, imaginando um estilo de vida que talvez nunca tenha. Um exemplo é comprar uma roupa tamanho menor para quando estiver mais magra ou um vestido de festa para quando precisar, mesmo sem ter uma vida social que justifique a compra. Situações que talvez nunca aconteçam.

3. Dá dó de usar!

Outra razão comum é amar muito uma roupa, que prefere guardar para não gastar ou estragar. E, assim, é melhor aguardar uma ocasião muito especial para usar ou comprar uma peça idêntica para não estragar a peça “original”. Será?

4. Aceita uma taça de champanhe?

O álcool potencializa as emoções. A sensação pode ser boa, mas pode fazer você gastar mais e comprar peças que usaria só na sua imaginação ou pensando que lhe faria mais feliz. Talvez não seja a melhor companhia na hora da compra…

Quando se trata de comportamento de consumo, esses são alguns motivos para identificar na hora da compra, seja de roupas ou itens diversos. Já se empolgou comprando utensílios “gourmet” de cozinha ou kit de panelas de todos os tipos, pensando em um dia se tornar uma expert chefe de cozinha? Mas falta aprender a cozinhar antes!

Na próxima compra, reflita se não será mais um item sem uso no seu armário e dinheiro a menos na sua conta.

Quer se livrar do dinheiro?

Mesmo consciente desses motivos, ainda assim você pode acabar comprando. O consumo é baseado no desejo, satisfação, prazer imediato e, nem sempre, na necessidade. E é a desculpa perfeita para justificar os seus gastos. Gostos, preferências, coleções, promoções…tudo parece ter sentido na hora de gastar dinheiro.

Talvez o que você não perceba é que um dos motivos para gastar livremente e sem controle é, inconscientemente, querer se livrar do dinheiro. Não faz sentido comprar algo que não irá usar. Então, pergunte a si mesma: Você não merece o dinheiro? O dinheiro não te pertence? Dinheiro foi feito apenas para gastar? Entender o que o dinheiro significa para você é fundamental para tomar decisões mais saudáveis e conscientes.


*Texto publicado originalmente no site Bella Mais, em 14.11.19.

Fabiana G. M. Machado

Sou sócia-fundadora da MoneyMind® e especialista em comportamento financeiro. Trabalho com programas individuais, treinamentos e palestras com foco em comportamento financeiro, ajudando as pessoas a organizar a vida financeira e lidar com o dinheiro com mais liberdade e consciência.

Sou colunista do Bella Mais, um site dedicado ao universo da mulher em diferentes segmentos, e escrevo semanalmente textos relacionados ao comportamento financeiro ao público feminino.

Esse texto foi útil pra você? Escreva-me para contar: fabiana@moneymind.com.br.