O PRIMEIRO SALÁRIO

Fabiana M. Machado

Um dos momentos que marcam o início da vida adulta é a conquista do primeiro emprego e, junto com ele, o primeiro salário. É um momento de alegria, realização e um passo para a independência financeira.

A sensação de receber o primeiro salário, não há como negar, é muito boa e vai além da quantia recebida. É fruto do preparo, habilidade, capacidade, esforço, dedicação, esperança de se empregar. É uma nova fase na vida e uma nova relação com o dinheiro.

Embora o dinheiro não seja novidade, pois está presente desde a infância, quando ainda somos dependentes financeiramente dos nossos pais (ou responsáveis), ele ganha um significado diferente quando vem como resultado do nosso próprio trabalho.

O primeiro salário traz a sensação de autonomia e liberdade e é preciso ter cuidado para não se empolgar gastando tudo o que tem sem necessidade e evitar que se torne um comportamento ao longo da vida. É hora de saber o que fazer com o dinheiro.

Não é apenas uma questão de educação financeira, mas também de limite e responsabilidade.

E não despreze as emoções, pois elas influenciam as decisões financeiras e a forma de agir com o dinheiro. 

O primeiro salário pode também ter um valor incalculável. Pode representar o fim da escassez em casa ou a ajuda que a família tanto desejava para complementar a renda. 

Pode ser a oportunidade para ter acesso a mais recursos e garantir uma vida independente.

Pode marcar o início de uma carreira longa e promissora, com garantia de investimento na educação e desenvolvimento.

Tantas possibilidades podem surgir diante do primeiro salário e também a oportunidade de iniciar e planejar a própria vida financeira, provendo a si mesma ou à toda família.

Se o salário já faz parte da sua vida, você se lembra como foi receber o primeiro salário?  O que ele proporcionou e como você administrou o seu próprio dinheiro desde aquela época? Se soubesse que essa relação com o dinheiro estava só começando, faria algo diferente?

Fabiana M. Machado

Sócia-fundadora da MoneyMind® e especialista em comportamento financeiro. Colunista do Bella Mais, escrevo semanalmente textos relacionados ao comportamento financeiro ao público feminino.

Quer saber mais? Todas as quintas tem texto novo para você refletir sobre a sua relação com dinheiro.

Quer ajuda profissional para melhorar a sua relação com o dinheiro? Entre em contato. Será um prazer ajudar você.

Entrar em contato

*Este texto foi publicado no site Bella Mais.